Prefeitura Municipal de Goiânia Imprimir
SCMAG - Sistema de Consulta do Museo de Artes
Consulta Autor
Autor(a) : IVANA THOMÉ  
BIOGRAFIA DO AUTOR
Ivana Thomé Ivana Maria de Aquino Thomé artista plástica goiana que "gera" santos. Na verdade, esculpe suas imagens com mãos-de-fada, abençoadas, divinas! uma das grandes referências da arte sacra regional, com obras admiradas em exposições e museus do Brasil e diversos países da Europa e nos Estado Unidos. NASCIMENTO 1954 - Goiânia GO - 10 de dezembro LOCAIS DE VIDA Goiânia GO FORMAÇÃO Graduada em Biologia pela UFGO ATIVIDADES EM ARTES VISUAIS Escultora EXPOSIÇÕES 1970 -Realiza murais em azulejos no Edifício Itatiaia, em Goiânia. 1988 - Coletiva na Galeria Bauhaus, Goiânia. 1989 - Coletiva na Feira de Dijon, França. 1990 - Centro Studi Antoniani, Pádua, Itália. Exposição no Congresso Nacional, Brasília. 1991 - Coletiva de Homenagem a Antônio Poteiro e Tiana Thomé, Goiânia. 1993 - "1920 Collection Inc", Miami, EUA. 1994 - Projeto Bauhaus, coletiva em Goiânia. " Arte Milenar e Contemporânea", Goiânia. 1996 - Individual na Galeria Vânia Machado, Goiânia. 1997 - "Mulher, a Arte de Ser", coletiva na Fundação Cultural Pedro Ludovico Teixeira, Goiânia. DEPOIMENTOS Filha de Tianinha (1927/1990), talentosa escultora de obras sacras, Ivana, que é bióloga de formação, herdou da mãe a habilidade para moldar o barro. Mas foi a necessidade que a fez trocar a biologia pela arte. "Foi a alternativa que encontrei para criar sozinha meus três filhos", revela. Sua produção começou tímida, ajudando a mãe na finalização das peças. "Eu pintava as peças que ela esculpia", conta. Em 1985, ela começou a produzir suas próprias peças. Cada uma diferente da outra. "Tudo é feito artesanalmente, à mão mesmo. São peças únicas", diz A busca por formas cada vez mais suaves é uma constante no trabalho de Ivana, que tem na obra da mãe o principal referencial de perfeição. "A argila manda na gente, mas minha mãe mandava na argila. O barro que ela trabalhava tinha a leveza de um tecido", compara. "O barro é desobediente, mais ainda nos dias muito úmidos", ensina. Apesar de também esculpir e restaurar variados objetos, Ivana concentra nas obras sacras a maior parte de sua produção. "Dependendo do dia e do tamanho da peça, faço até cinco imagens num só dia", revela. "Sempre soube que o trabalho com o barro tinha algo que transcendia espiritualmente, mas hoje sinto na pele o quanto ele me faz bem", comenta a artista, FONTES DE PESQUISA Pesquisa Virtual - Via Internet