Prefeitura Municipal de Goiânia Imprimir
SCMAG - Sistema de Consulta do Museo de Artes
Consulta Autor
Autor(a) : OMAR SOUTO Visualizar Referência
BIOGRAFIA DO AUTOR
Omar Souto (1946) NASCIMENTO1946 - Itaberaí GO LOCAIS DE VIDA1970c. - Goiânia GO FORMAÇÃO1960c - Itaberaí GO - Começa pintar autodidaticamente, sendo estimulado pelo pintor Caramuru, em sua cidade natal, e posteriormente por Siron Franco, em Goiânia VIAGENS1978 - México - A convite da embaixada, para apresentação de trabalhos ATIVIDADES OUTRAS1960c. - Itaberaí GO - Para sobreviver faz letreiros, placas e pinturas de paredes EXPOSIÇÕES INDIVIDUAIS1976 - Goiânia GO - Primeira individual, no Museu de Artes 1978 - Brasília DF - Individual, no Escritório de Representações do Governo de Goiás 1980 - Brasília DF - Individual, na Parnaso Galeria de Arte 1980 - Goiânia GO - Individual, na Casa Grande Galeria de Arte 1982 - Uberlândia MG - Individual, na Galeria Arqtis1984 - Goiânia GO - Individual, na Casa Grande Galeria de Arte 1984 - São Paulo SP - Individual, na Galeria R. RugieroEXPOSIÇÕES COLETIVAS1974 - Goiânia GO - 1º Salão da Caixa Econômica1975 - Goiânia GO - 2º Salão da Caixa Econômica1975 - Brasília DF - 2º Salão da Inconfidência, na AAPDF - prêmio aquisição1976 - Goiânia GO - 3º Salão da Caixa Econômica - prêmio Funarte1976 - Goiânia GO - 1º Salão Empresarial de Artes Plásticas - prêmio aquisição 1976 - Cuiabá MT - Artistas Goianos, no Museu de Arte e Cultura Popular 1977 - França - Coletiva de Artistas Primitivos 1977 - Espanha - Coletiva de Artistas Primitivos 1977 - Holanda - Coletiva de Artistas Primitivos 1977 - Goiânia GO - 4ª Mostra Plástica-77 1979 - Rio de Janeiro RJ - 2º Salão Nacional de Artes Plásticas 1980 - São Paulo SP - Coletiva, no Paço das Artes 1981 - Goiânia GO - 1º Salão Regional de Goiás - prêmio aquisição ESCOLAS/MOVIMENTOSFigurativo: Figuração LíricaGÊNEROS/TENDÊNCIASPintura de gênero TEXTOS CRÍTICOS"Filho de nordestinos, Omar Souto começou como pintor de paredes, letreiros e placas. Dessa vivência, herdou a ótica ingênua e a identidade com o temário popular. Ao iniciar seu trabalho, ordenou as idéias na captação da religiosidade do homem simples que procura consolo nas romarias de Trindade, maior concentração popular de Goiás. Posteriormente, amplia seu interesse para a problemática rural, de um modo mais globalizante. Mostra o homem sertanejo, seu chão, sua casa, crenças e evasão. Ao abordar o homem do campo diante das dificuldades para enfrentar a vida, e o abandono dos roçados na procura das cidades, o artista emite uma visão social de grande validade no Centro-Oeste agrário e pecuário. Omar criou uma característica física para duas figuras, alongadas e finas, para evidenciar o sofrimento e a fome. Acrescenta em suas personagens um olhar trágico, sempre fixo no espectador. Embora a estilização de sua obra ainda jovem, o artista consegue definir uma posição particular na pintura goiana, realizando um trabalho de forma simples, direta e sem rebuscamentos. Dessa espontaneidade resulta um interessante sabor ingênuo, com simplicidade cabocla. " Aline Figueiredo in FIGUEREDO, Aline. Artes Plásticas no Centro-Oeste. Aline Figueredo. Cuiabá, UFMT, MACP, 1979. Bibliografia. FONTES DE PESQUISAMOSTRA 16 Maneiras de Pintar em Goiás. Brasília: Época Galeria de Artes, 1986. OMAR Souto: pinturas. Goiânia: Casa Grande Galeria de Arte, 1984. PAÇO das Artes: 10 anos: 1970 - 1980. Texto de Lourdes Cedran. São Paulo: Paço das Artes, 1980. PANORAMA DE ARTE ATUAL BRASILEIRA, São Paulo, 1976. Pintura. Apresentação de Paulo Mendes de Almeida. São Paulo: MAM, 1976. CAVALCANTI, Carlos; AYALA, Walmir, org. Dicionário brasileiro de artistas plásticos. Apresentação de Maria Alice Barroso. Brasília: MEC/INL, 1973-1980. (Dicionários especializados, 5). FIGUEREDO, Aline. Artes Plásticas no Centro-Oeste. Aline Figueredo. Cuiabá, UFMT, MACP, 1979. Bibliografia. LOUZADA, Júlio. Artes plásticas: seu mercado, seus leilões. São Paulo: J. Louzada, 1984-.